Apetece-me escrever sobre muita coisa….

Sobre o impacto (constantemente adiado) que cada um de nós pode e deve ter no mundo em que vivemos. Na falácia que é, a ideia de que o objetivo das nossas vidas deverá ser transformar as nossas paixões no nosso “ganha pão”, ignorando o facto que tudo o que vira obrigação, muitas vezes se torna rotineiro, aborrecido e desmotivante. No cada vez maior numero de seres humanos, que se dedicam a formas de vida alternativas. No tempo que nos falta para pensar, refletir, filosofar, mas que sobra para as redes sociais ou para a mesa de café. Nos putos novos que se atiram a novos desafios sem pensar muito nas consequências. No porquê de cada vez que é dada a oportunidade ao povo de mudar os nossos governantes, escolhem sempre os mesmos. Nos ódios desnecessários, cultivados por pessoas que muitas vezes não se conhecem, alimentando assuntos que não o são. Nos atleta de modalidades amadoras que são campeões Europeus, Mundiais e Olímpicos e que à sua espera não têm mais do que os familiares e amigos. Sobre aqueles que  quando ser-se voluntário num campo de refugiados passou de moda, o continuam a ser. Sobre os meus amigos que nunca abdicaram de fazer o que gostam, e que por isso não lhes compreendem a felicidade. Na falta de empatia que cada um de nós demonstra, cada vez que julgamos aqueles que não compreendemos. Na beleza que é uma praia ás 7h da manhã de um dia de Outono.

Apetece-me no fundo parar tudo e observar, registar, assimilar e escrever um tratado sobre a sociedade em que vivemos.

Mas talvez ainda não seja a altura ou o momento certo. Talvez seja presunçoso da minha parte ou apenas uma desculpa para não ter de enfrentar o desafio.

#KeepDreaming

Texto da Autoria de Rui Loureiro, Mentor do Projeto Sonhadorismo